Projecto Tutor à distância

PROJETO TUTOR À DISTÂNCIA

O Projeto Tutor à Distância (PTàD) visa mobilizar cidadãos portugueses para se tornarem tutores de uma criança ou jovem africano desfavorecido (dos 2 aos 21 anos) pelo período mínimo de um ano, comprometendo-se a financiar mensalmente as suas despesas de sobrevivência, que incluem:

  • Alimentação;
  • Vestuário;
  • Saúde;
  • Educação

OBJETIVOS

As intervenções do PTàD seguem alguns princípios e objetivos fundamentais:

  • No que se refere à criança ou jovem:
    • Em algumas situações, satisfazer as necessidades básicas de alimentação, saúde, educação e vestuário;
    • Garantir uma formação académica e profissional o mais completa possível;
    • Garantir um correto acompanhamento, de forma a integrá-la social, cultural e moralmente, contribuindo assim para a sua futura auto-suficiência;
    • Apoiar a realização de projetos que visam melhorar as condições de vida da criança, da sua família e da comunidade envolvente (construção de latrinas, poços de água, melhoramentos em habitações, etc.);
    • Garantir o seu completo desenvolvimento como indivíduo ativo na sociedade do seu país.
  • No que se refere ao Tutor:
    • Consciencializar-se das diferenças e dificuldades culturais e sociais e contribuir de uma forma mais ativa para as minimizar;
    • Assumir uma responsabilidade moral para com a criança, para além do contributo mensal.

As intervenções do PTàD podem ser desenvolvidas através de diferentes modalidades (Total ou Educação) e as crianças ou jovens podem ser receber apoio em diferentes contextos:

      • Orfanatos ou lares;
      • Instituições escolares;
      • Reforço escolar ou centros diurnos.

COMO FUNCIONA?

Os tutores apoiam financeiramente, com uma base mensal, as crianças e jovens abrangidos pelo PTàD, que habitam em Moçambique ou na Guiné-Bissau, os países onde a ATACA atualmente atua. Adicionalmente, os tutores são incentivados a escreverem cartas para os seus tutorados, sendo as mesmas transportadas para o terreno e entregues aos afilhados pelos voluntários da ATACA.

Em retorno, a ATACA fornece ao tutor uma considerável quantidade de informação sobre a criança apoiada. A informação disponibilizada tem como elementos de base:

  • Ficha com historial e documento de Identificação Pessoal;
  • Cartas e Desenhos;
  • Fotografias;
  • Notas Escolares.

Complementarmente, e variando de subprojeto para subprojeto, são também disponibilizados:

  • Vídeos das Crianças;
  • Fotografias em grupo/em atividades.

A informação é atualizada com periodicidade trimestral, sempre que possível, sendo que toda a recolha, tratamento e envio é realizada por voluntários que desempenham as suas funções no terreno ou em Portugal.