O contacto mais próximo com as gentes de cá é sempre um privilégio, aprendemos muito, e ás vezes também ensinamos. Foi a parte de ensinar que nós tivemos a oportunidade de viver.
O caso passou-se da seguinte maneira:

Dado que o professor das aulas de informática teve de se ausentar por motivos pessoais surgiu a necessidade de encontrar alguém que o substituí-se. Nós oferecemo-nos.

A tarefa parecia simples, dar três aulas a adultos, duas de iniciação à Internet e uma de preparação para o exame de Word e Excel. É escusado dizer que simples não tem o mesmo significado cá. Duas horas para explicar como entrar em um site e fazer procuras no Google que ao início pareciam mais que suficientes acabaram por se revelar curtas e o “professor” e “professora”, títulos adquiridos em segundos, foram incapazes de concretizar o programa apesar dos elogios ouvidos pelos alunos.

Enquanto o Tiago explicava e demonstrava como se acedia à Internet, com a ajuda de uma tecnologia chamada de projector (família, não estamos no fim do mundo, estamos um bocadinho antes), a Joana ia tirando dúvidas e explicando aluno a aluno como se faziam as coisas na prática. Confessamos que foi uma tarefa bastante complicada uma vez que para nós abrir e navegar num site é como respirar. Foi como que um teste à nossa paciência… acho que com algum esforço lá conseguimos!

Foi bastante engraçado ouvir expressões como “ Eu posso mesmo procurar fotografias da minha cantora preferida? Hei-de procurar e tirar uma fotografia para o meu celular” “ Puxa, é mesmo verdade!”.
Mas afinal de contas quem não fica maravilhado com as fantásticas coisas que podemos encontrar na Internet como fotografias dos nossos ídolos e publicidade a casinos (tudo servia para mostrar ao colega do lado com entusiasmo).
Encontrada a imaginação necessária lá surgiram algumas analogias e a aula foi, a nosso ver, bastante produtiva. Motivação não faltava para aprender uma matéria que os irá ajudar em várias frentes.

A segunda aula foi mais do mesmo, mas a matéria foi o e-mail. Aproveitamos já para pedir desculpa aos felizes contemplados com mensagens vindas directamente de Moçambique com palavras como “deus te abençoe” e “espero que esteja tudo bem de saúde”. À falta de melhor tivemos de utilizar as nossas contas pessoais de e-mail e os resultados foram estes, as nossas listas de contactos a receberem mensagens algo estranhos mas de certo, sinceras.

Agora, finalizada a terceira aula, já nos sentimos verdadeiros professores e à medida que a confiança aumenta vamos recebendo vários pedidos de compilação de capas para os cadernos das aulas, impressão de letras de músicas, entre outros. É gratificante sem dúvida sentir que gostaram do nosso trabalho, improvisado 30 minutos antes da aula começar com a muita vontade de ensinar que durou até hoje, a última aula. Com pena os “abandonamos” mas contentes por ter ajudado. Ficou um até logo professor/a.

Para finalizar este texto queremos mandar abraços e beijinhos aos Atacantes de Quelimane, aos Atacantes de Maputo que já foram, a toda a equipa da ATACA e em especial a toda a família e amigos/as.


Ps1 – Tiago, o guarda do Centro de Dia está sempre a pedir-nos a fotografia que tiraste com ele;

Ps2 – GB, fomos a Inhaca, aquela ilha que tu tanto querias ir, depois mostramos as fotografias todas;

Ps3 – Duarte, já não temos as boleias do Boaventura porque já não há nenhum perneta, afinal servias para alguma coisa :D;

Ps4 – Catarina, as meninas de cá perguntam onde está a Tia Catarina, “aquela que tinha uns óculos de sol muito grandes” e lá em nossa casa, sempre que mandas uma mensagem ou ligas à Raquel, as saudades dela por ti aumentam;

Ps5 – Pai Mário, a da corrente foi minha, prometo aprender o que é quando chegar. Mãezinha muitos parabéns pelos seus 35 anos 😉 (shiuuuu)

Para finalizar este texto queremos mandar abraços e beijinhos aos Atacantes de Quelimane, aos atacantes de Maputo que já foram, a toda a equipa da ATACA e à família e amigos.

Joana e Tiago

Quarta-feira, dia 5 de Setembro
2 Responses to De Moçambique para o Mundo da Internet
  1. Olá a todos!!!
    Gosto de saber notícias vossas, confeço que as saudades apertam!
    Por cá as aulas estão quase a começar e juntamente o stress que que o dia a dia por cá consegue provocar!! Falta esse ritmo moçambicano!
    Mais uma vez vos quero apoiar através deste blog! Estou muito feliz e orgulhosa do vosso trabalho que é também um pouco nosso!
    Mais uma vez muitos beijinhos cheios de saudades para todos!
    Catarina

  2. Queridos Atacantes,
    Adorei este Vosso Post sobre as aulas de Internet.
    Por aqui o mundo continua na mesma: transito na VCI, compras no supermercado e muito stress nesta volta ao trabalho. Em casa temos muitas saudades, sentimos a vossa falta, mas as saudades são um sacrificio oferecido de bom grado pois se estão a ajudar, um bocadinho de nós está também aí. Muitos beijinhos.
    PS: Não foram 35…foram 34, mas não faz mal 🙂
    Diana


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.