Viver o dia a dia em Africa!

Passam-se alguns dias e realmente algo muda!
O dia a dia destas crianças, desta vida, desta cultura tudo aqui é autêntico, tudo aqui é vida.
É engraçado mas já não me sinto uma estranha nesta terra, agora já tenho nome já tenho identidade e já tenho amigos!
As crianças têm a capacidade de entrarem pela “ nossa” casa dentro sem se quer baterem, mas a verdade é que elas entram e não conseguimos dizer NÃO.
É um desafio constante compreender estes nossos meninos cada um à sua maneira tem um jeito especial de nos fazer levar, e eu?……..Já fui…………..
Estes últimos dias que passaram infelizmente estive doente e lá fui com a amiga Rita para o hospital, após 5 horas diagnosticaram uma infecção que à letra pode significar Malária! Uma doença super chique que só em Africa. Não é um máximo??!!!
Enfim, fui obrigada a ficar deitada o que me valeu foi os meus meninos e as incansáveis atacantes! Os meus meninos faziam visitas à Tia Pata e a todos eu pedia beijinhos, uns forma mais longe e deixaram cartas e flores. Quando já estava melhor fui ainda presenteada com um anel oferecido pelo Emílio de 13 anos. Adorei este momento, pois os próprios miúdos fizeram com que fosse especial. Chamaram-me à porta e pediram para fechar os olhos e esticar os dedos e assim recebi o meu anel.
As Atacantes foram realmente formidáveis e sempre atentas ao mau feitio da menina que tudo o que mais queria era estar com os meninos, e apenas descansaram quando ouviram novamente – “ estou cheia de fome”.
No meio disto tudo, estamos em Africa, e estivemos vários dias sem água e luz e os nossos banhos eram de balde e os jantares à Luz ambiente! Sofreram mais elas que eu pois como estava inválida fui dispensada das tarefas domésticas.
Mas, agora estou fina e pronta para atacar com toda a garra e coragem que me trouxe até cá.

O ambiente aqui no “BigBrother Africa” tem sido uma caixinha de surpresas pois à medida que nos vamos conhecendo, vamos vivendo estas conquistas de forma mais sentida!
– Se a Marta lesse o que estou a escrever neste momento diria que “estou a desenvolver um sentimento” ao que eu lhe poderia responder também frase dela – “ Estás é a fritar a pipoca”, aqui estamos sempre a aprender!
E se alguém pensa que isto dá para emagrecer esqueçam, eu só espero não ir a rebolar pois as comidas cá são óptimas e a Rita tem sido uma cozinheira excepcional. A Nossa Zen ficou de tratar da moldagem do nosso corpo, mas a verdade, é que só fui a uma sessão de abdominais depois fiquei de molho!

Diariamente a Marta e a Isabel vão dar explicações aos meninos enquanto eu e a Rita ficamos com a parte do projecto externo.
Hoje, arrisquei e fui também ajudar os meninos nas explicações, confesso que não tenho muito jeito, mas foi importante saber que alguns se interessam e no final perdem algum tempo a ouvir a Tia Pata a dizer algo sério!
Se eles se portam mal, eu ameaço com beijinhos e eles morrem de vergonha e ficam super tímidos! Uns já perceberam que não podem fugir à bênção da Tia Pata!

E tem sido assim o dia a dia em Africa é o verdadeiro “ Welcome” Africa pois de um momento para o outro tudo passa a acontecer dentro de nós.

Deixo saudades e vontade de escrever em breve!
Beijinhos para todos e por mais longe que pareça a distância
ESTAMOS JUNTOS!!!

Patrícia

2 Responses to Viver o dia a dia em Africa
  1. As melhoras PAtrícia!!!!!
    Força… Estou arrepiada e q vibrar com a vossa experiência… Bem dizia a Leticia que aí se recebe a triplicar:)

    Beijinho grande a todos.

  2. eu tinha que fazer um trabalho sobre o cotidiano da áfrica e você me ajudou. Obrigada


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.