No dia 1 de Agosto, foi formalizada uma parceria entre a ataca e a Congregação do Amor de Deus, com o objetivo de apoiarmos crianças vulneráveis da Escola Secundária Amor de Deus. Neste momento o projeto inclui 19 crianças com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos, tendo já tutores atribuídos que se comprometem a financiar mensalmente algumas das despesas de educação da criança.

O nosso papel enquanto voluntários, foi recolher informação das crianças que será disponibilizada ao respetivo Tutor, nomeadamente fotografias, vídeos, cartas, desenhos e notas escolares. Caber-nos-á também verificar a correta utilização dos fundos doados no âmbito do PTàD, bem como diagnosticar as necessidades da Escola e auxiliar as Irmãs quando possível.

A Escola Secundária Amor de Deus é um estabelecimento do ensino secundário e pré-universitário que, em Janeiro de 2012, entrou em funcionamento na capital provincial da Zambézia, Quelimane, vindo aliviar a pressão que se fazia sentir nas outras escolas do sector público. Esta Instituição é propriedade das missionárias da Congregação do Amor de Deus que, naquele primeiro ano letivo, matriculou 631 jovens (382 rapazes e deste local (Jocas Achar in Noticias de Moçambique, Maputo, 24 de Agosto de 2012).

Edificada no bairro Namuinho, no centro da cidade de Quelimane, a nova escola, uma construção de raiz da Irmãs, comporta 11 salas de aula apetrechadas com 48 carteiras e cadeiras cada, três gabinetes, uma secretaria, três salas de arquivo, uma sala de professores com copa, uma biblioteca com sala de estudo, dois laboratórios de química/biologia, uma sala de informática, um anfiteatro, uma cantina, quatro casas de banho e um campos para jogos. Segundo a Irmã Amparo Hidalgo, Administradora Geral da Congregação das Irmãs do Amor de Deus, trata-se de uma contribuição da igreja católica visando complementar os esforços do governo moçambicano no sector da Educação.

O funcionamento da Escola foi reconhecido e aprovado pelo Exmo Senhor Ministro da Educação em Fevereiro daquele ano, assim como pela Equipa de Direcção. A Escola trabalha de acordo com os programas do Governo e colabora com as Instituições Sociais que lutam em prol do desenvolvimento. Foram enviados pelos Serviços Distritais de Educação, Juventude e Tecnologia, 20 professores provenientes de diversas escolas, para leccionarem nesta Instituição de ensino, aos quais se juntaram cinco professores contratados pelo governo propostos pelas Irmãs. Para além do corpo docente, foram também contratados nove funcionários para exercerem os serviços de atendimento ao público (secretaria e biblioteca), serviços de limpeza, portaria e jardinagem.

A Irmã Caridad Lao, Diretora desta Instituição, refere que antes o primeiro problema encontrado foi o baixo rendimento pedagógico registado no primeiro trimestre, uma situação que se justifica pela necessidade de um período de adaptação dos alunos à escola, às dificuldades provocadas pelas longas distâncias percorridas pelos alunos e pela fraca preparação das classes anteriores. Este problema foi superado atualmente, tendo o rendimento dos alunos vindo a aumentar neste dois últimos anos. No global, a cidade de Quelimane conta com 42 estabelecimentos de ensino de todos os níveis, dos quais 35 são do sector público e os restantes comunitários, congregando 20.264 alunos assistidos por 2.237 professores.

Apesar da Escola Amor de Deus ter aliviado a pressão que se fazia sentir nos outros estabelecimentos de ensino, ainda persistem problemas de superlotação nas turmas do ensino secundário do primeiro ciclo, na cidade de Quelimane. As autoridades de Educação tinham prometido que, em 2012, nenhuma turma teria mais de 50 alunos, uma situação que está longe de ser ultrapassada.

31.08.2014
Érica Rei
Voluntária Missão CIGLO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.