“O coração de alguém que aterra em África vai cheio de sonhos, ambições e a esperança de Mudar o Mundo. Quando realmente te apercebes da situação à tua volta, que por mais formação pré-partida que tenhas, tem que ser vista, sentida e vivida, o coração fica bem pequenino… Passas de um extremo ao outro, sentes-te insignificante, impotente, frustrada no meio de tanta pobreza, tantas necessidades e tanto para fazer. Apercebes-te do quão privilegiada és, por teres nascido numa realidade cheia de oportunidades, e de como frequentemente não dás valor ao que tens.

Felizmente, o impacto que a ATACA tem no terreno faz-se sentir e ganhas uma força que te permite acordar todos os dias com esperança e lutar por aquilo em que acreditas. Sabes que não vais mudar O Mundo, mas podes melhorar vários pequenos mundos, o de cada criança que a ATACA apoia, dando-lhes as oportunidades pessoais e económicas que nunca tiveram. Ainda assim, tens sempre a sensação de que recebes mais do que aquilo que tens para oferecer. A vida em Moçambique é difícil, mas as pessoas aprendem a serem felizes com muito menos. Como alguém dizia “de um limão faço uma limonada”! E de dia para dia o teu coração fica cheio, cheio como nunca o sentiste. Sentir pena não muda nada e sozinhos só conseguimos chegar até certo ponto, mas juntos PODEMOS MUDAR O MUNDO!”

Entrevista da Presidente da ATACA, Inês Soares, para o Impulso Positivo. Para ler o resto clique na imagem abaixo.

screen-shot-2016-11-03-at-16-41-31

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.